Notícias



O que se entende por “Agricultura familiar”? Será que só são rentáveis os modelos de maior dimensão económica, privilegiados pelas políticas agrícolas implementadas em Portugal depois da adesão à UE, ou a agricultura familiar também pode ser compatível com a modernização, mesmo no caso do minifúndio, como é realidade da nossa região? Como aproveitar a pluralidade dos sistemas agroflorestais existentes e ter as condições necessárias para a sua mobilização para o desenvolvimento? Em que medida a agricultura familiar pode contribuir para uma alimentação saudável e variada?
 
A pensar nestas questões, que, certamente, dizem respeito à grande parte dos Arouquenses, a próxima iniciativa do Círculo é dedicada à pequena agricultura e compreende duas atividades, uma Conferência e uma Oficina.

No dia 27 de abril (sexta-feira), às 21h, na Loja de Turismo de Arouca, terá lugar uma Conferência subordinada ao tema “A agricultura familiar e as suas potencialidades de desenvolvimento”, com os engenheiros agrónomos Agostinho de Carvalho e José Ramos Rocha, como oradores, e com moderação de Graça Almeida, da Cooperativa Agrícola de Arouca.

No dia seguinte (sábado), entre as 10h e as 12h, no Museu Municipal de Arouca (edifício do antigo Mercado) decorrerá uma Oficina sobre “Recolha, limpeza e conservação das sementes tradicionais”, com o agricultor José Miguel Fonseca.

Esta oficina pretende sensibilizar para a importância de reavivar as práticas de preservação de sementes - contrariar a perda de biodiversidade, melhorar a qualidade alimentar, reduzir os problemas fitossanitários e a poluição, entre outros - desafiando os participantes a aprender a identificar, recolher e conservar as variedades locais, honrando assim este legado dos nossos antepassados.

A participação na Oficina carece de inscrição prévia em: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Mais informações, sobre os convidados e os tópicos das suas intervenções, podem ser consultados aqui.