Notícias

No passado dia 11 de janeiro completou-se um ano desde que foi realizada a escritura pública de constituição da Associação Círculo Cultura e Democracia!

Para assinalar a data convidamos o Dr. Guilherme d’Oliveira Martins a proferir mais uma “Conferência de Arouca”, esta subordinada a um tema bem apropriado ao nosso aniversário: “Cultura e Democracia: liberdade e criação”, que teve lugar no último dia 14.

O Doutor Arnaldo Cardoso Pinho fez a apresentação do conferencista e, a seguir à intervenção principal, a Professora Maria de Lurdes Fernandes destacou e comentou alguns dos aspetos abordados. Por fim, houve lugar a troca de impressões com a assistência, como é habitual.

O Dr. Guilherme d'Oliveira Martins começou por definir Cultura e Democracia como conceitos relacionados e interdependentes, na medida em que um potencia o outro e só em democracia é valorizada plenamente a cultura dum povo. Referiu a importância da cultura do passado, importante porque ela se integra no presente que por sua vez se projetará no futuro, salientou ainda o tempo e a reflexão como valores e condição de acesso à cultura e destacou a relevância do trinómio educação, cultura e ciência no desenvolvimento humano que leva à democracia plena. Disse que é à democracia que está ligado um conceito de liberdade sem o qual a criação humana se verá limitada e a cultura empobrecida, e lembrou, referindo-se às palavras de Obama, que a democracia carece de um aperfeiçoamento permanente. Passando aos nossos dias, à facilidade e rapidez de comunicação, ao mundo como aldeia global, abordou a necessidade de salvaguarda das especificidades culturais que poderão correr o risco de diluição nesse universo global o que acarretará uma perda da diversidade cultural. Realçou também a importância da tecnologia cujo mau uso pode levar à perversão dos valores humanistas.

A comemoração prosseguiu com um jantar de confratenização de associados e amigos do Círculo, no Restaurante Pedagógico da Escola Secundária de Arouca, terminando com um Sarau de fados de Coimbra, pelo grupo Fado na Baixa, que a todos enalteceu.
Fado na Baixa
Interpretação de fados de Coimbra pelo grupo Fado na Baixa



PRÓXIMAS INICIATIVAS

  • Recital de Piano e Canto