Notícias

A iniciativa, no dia 28 de maio de 2016, compreendeu uma palestra pela museóloga Inês Fialho Brandão, que nos veio falar de património, museus e a sua relação com o público, com o tema "Em louvor do mexerico. O poder da(s) narrativa(s) no património histórico." e uma visita guiada ao Coro das Freiras - "Um novo olhar sobre as pinturas do Cadeiral", por Carlos Teixeira de Brito.

Arouca possui um património arquitectónico e artístico que por si justifica a oportunidade e o interesse desta conferência. Conhecer e divulgar este património é um objetivo que a todos diz respeito e que merece o nosso empenhamento. Inês Fialho Brandão veio ajudar-nos a refletir sobre caminhos novos e inesperados para atingirmos esse fim.

No seguimento da sua intervenção, e fazendo justiça à valia deste património, Carlos Teixeira de Brito, mestre em História de Arte e um grande conhecedor Mosteiro de Arouca, guiou-nos numa visita às pinturas do cadeiral do Coro das Freiras, clarificando a sua iconografia.

Fotos da Conferência | Vídeo da Conferência