Notas de Imprensa



Biblioteca D. Domingos de Pinho Brandão vai acolher Recital de Violino e Piano

Regressa ao Mosteiro a Música de Bach, em Recital de Violino e Piano, no dia 30 de Julho, pelas 18h30, na Biblioteca D. Domingos de Pinho Brandão.

Serão intérpretes dois concertistas já conhecidos do público de Arouca - a violinista Matilde Loureiro e o pianista neozelandês Jun Bouterey-Ischido, que irão executar obras célebres do compositor para solo de violino e de teclado:

Partita II em Ré menor, BWV 1004 (1720)
Allemanda
Corrente
Sarabanda
Giga
Ciaccona
Variações Goldberg, BWV 988 (1741)
Ária e 30 Variações

O Círculo Cultura e Democracia regozija-se com a presença dos dois jovens artistas, com créditos firmados internacionalmente, que certamente propiciarão um excelente momento de fim de tarde no próximo dia 30 de Julho. A entrada é livre.


Breve biografia dos intérpretes

Matilde Loureiro, violino
Nascida em Lisboa em 1994, Matilde Loureiro foi aluna de Luís Cunha na Escola de Música do Conservatório Nacional e de Ilya Grubert no Conservatório de Amesterdão, onde se licenciou, com distinção, em 2016. Frequentou masterclasses com Gerhard Schulz, Rita Wagner, Ferenc Rados e Svetlin Roussev e o curso de aperfeiçoamento na Academia de Música de Portogruaro com Ilya Grubert e Eliot Lawson. No violino barroco foi orientada por Hélène Schmitt. Foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian. Recebeu o 1º prémio de música de câmara do Prémio Jovens Músicos em 2008, o prémio pela melhor interpretação do concerto de Mozart nas Jeunesses Musicales de Belgrado e o 1º prémio de violino do concurso internacional do Fundão/ prémio especial do governo do Pará, em 2016. Tem-se apresentado em recital em Portugal, França, Itália, República Checa, Países-Baixos, Inglaterra e Nova Zelândia. Apresentou-se a solo com a orquestra do Festival Internacional do Pará, no Brasil, e no festival ZêzereArts em Portugal. Recentemente tem sido convidada para liderar a Sinfonietta de Braga.

Jun Bouterey-Ishido, piano
Nascido em Christchurch, na Nova Zelândia, em 1990, Jun Bouterey-Ishido estudou com Diedre Irons, licenciou-se pela universidade de Canterbury em 2008 e prosseguiu os seus estudos na Academia Lizt em Budapeste e em Estugarda onde completou o Konzertexamen com distinção, em 2014, na classe de Péter Nagy. Como membro fundador do Calvino Trio, recebeu o 1º prémio ‘Orpheus’ em 2015 e o 1º prémio das Jeunesses Musicales na Suíça em 2014, e completou o mestrado em música de câmara na Academia de Música de Basel, em 2016, nas classes de Anton Kernjak e Rainer Schmidt. Frequentou também masterclasses com András Schiff, Alfred Brendel, Edith Fischer, Thomas Adès e Ferenc Rados, e tem sido orientado por Rita Wagner. Tem-se apresentado na Nova Zelândia, Austrália, Chipre, Inglaterra, França, Portugal, Finlândia, Alemanha, Suíça, Chile e Japão. Recebeu o 2º prémio no concurso internacional Maj Lind na Finlândia em 2017 e, desde 2019, é um artista da Bosendörfer.